CENTRAL DE ATENDIMENTO

Plantão de Vendas: (48) 3286-3634 / Tim 99948-9669

ImagemBanner
1

Minha Casa Minha Vida

A compra do primeiro imóvel é certamente a tarefa mais difícil em nossa vida financeira. Desde criança ouvimos dizer que pagar aluguel é jogar dinheiro fora, e que devemos ter entre nossos objetivos a aquisição da casa própria, fugindo assim do aluguel.

Conquistar a casa própria é o sonho da maioria dos brasileiros. Quem vive de aluguel sabe disso melhor que ninguém.

A boa notícia é que, atualmente, sair do aluguel ficou acessível para grande parte das pessoas. Confira as dicas:

1 - Se você tem algum dinheiro guardado, utilize-o como entrada, diminuindo o valor e a quantidade de parcelas a serem pagas. Assim, você quita o imóvel mais rapidamente.

2 - Se você não tem, opte por um financiamento bancário. Através dele é possível financiar o imóvel em até 20 anos.

3 – O Programa Minha Casa, Minha Vida, da Caixa Econômica Federal, fornece subsídios para famílias com renda bruta de até R$4.900,00 que querem comprar uma casa. Você pode encontrar mais informações no site www.caixa.gov.br.

4 - Um imóvel é, além de um investimento, um patrimônio para toda a vida. Por isso, o esforço para adquirir o seu vale muito a pena.

Se você tem certeza de que está na hora de comprar a casa ou o apartamento ideal para suas necessidades, segue abaixo alguns conselhos para fazer bom negócio.

O que é o programa: “Minha Casa, Minha Vida”

O programa Minha Casa Minha Vida representa um Plano de Ação do Governo Federal com o objetivo de reduzir o saldo NEGATIVO de moradias a famílias de baixa renda, e aumentar o número de empregos, gerando postos de trabalho, e proporcionando assim um crescimento no desenvolvimento do país. Portanto, este plano se destina a pessoas físicas com rendimento mensal de até R$4.900,00 com prazo de pagamento de no máximo 30 anos.

É um programa do governo para auxiliar famílias com renda de até 10 salários mínimos a comprar suas moradias no valor "máximo" de até R$145.000,00

Através do Minha Casa, Minha Vida você pode conseguir um valor de Subsídio (desconto) de até R$ 17.000,00 para usar na compra de seu imóvel, dependendo da sua renda e cidade de moradia.

Ou seja, por exemplo, se você for comprar um imóvel de R$ 100.000,00 e puder usar o valor integral do subsídio do governo (R$ 17.000,00), o valor final do apartamento a ser comprado será de somente R$ 83.000,00.

Qual é o valor máximo do imóvel que posso comprar? A minha cidade vai ser atendida pelo programa?

O valor máximo do imóvel a ser comprado deve ser de R$ 145.000,00 nas regiões de São José e Palhoça e Biguaçu.

Quem tem direito ao programa?

Quem não possui nenhum outro financiamento de "imóvel" pelo SFH (Sistema Financeiro da Habitação) e quem não possui imóvel residencial "registrado" em seu nome.

Tenho financiamento de um veículo. Posso participar do programa Minha Casa, Minha Vida?

Sim. Você só (NÃO) poderá participar do programa Minha Casa, Minha Vida se tiver financiado uma moradia (Casa ou Apartamento, terreno pode ter, mas somente se não houver nenhuma construção “averbada” sobre ele).

Dentro do programa Minha Casa, Minha Vida posso comprar um imóvel usado?

Não. Somente imóveis "NOVOS" fazem parte do programa.

Além das parcelas mensais, tenho que pagar mais alguma coisa?

Sim, dependendo do plano de pagamento negociado, existirão parcelas de entrada, intermediárias e parcelas com vencimento próximo à entrega das chaves ou após, depende de sua negociação.

Como descubro minha renda familiar?

Renda familiar é a soma de todos os salários dos moradores do mesmo domicílio ou família. É mais comum que a renda familiar seja a soma da renda do marido e a da sua esposa e eventualmente a dos filhos.

Para saber qual é a sua renda familiar, some a quantidade de dinheiro que você recebe todo mês, como o salário, mas não inclua valores de décimo terceiro ou férias, pois esses valores só são pagos uma vez ao ano.

Sou trabalhador informal. Como posso comprovar a minha renda?

Os trabalhadores informais podem apresentar outros documentos, como, por exemplo, extrato bancário. Esse é o mais comum e fácil de conseguir.

Além disso, pode ser apresentada:

-Declaração de imposto de renda, desde que entregue no prazo,

-Decore (Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos), desde que com a apresentação do comprovante de pagamento dos três últimos meses do imposto devido.

Sou registrado, mas preciso ter um tempo mínimo de carteira assinada?

Não. Você nem precisa ter carteira assinada.

Não tenho nenhum documento que comprove a minha renda. Posso participar do programa Minha Casa, Minha Vida?

Sim, você pode se inscrever no programa. O banco tem outras formas de verificar se você pode ou não pagar as parcelas mensais, como, por exemplo, pelo extrato bancário.

Como serão os reajustes das prestações?

As prestações serão reajustadas com base na seguinte taxa de juros:

*Entre 3 e 5 salários mínimos, o reajuste será de 5% ao ano mais a correção pela variação da TR (Taxa Referencial).

*Entre 5 e 6 salários mínimos, o reajuste será de 6% ao ano mais a correção pela variação da TR (Taxa Referencial).

*Entre 6 e 10 salários mínimos, o reajuste será de 8,16% ao ano mais a correção pela variação da TR (Taxa Referencial).

Dentro do programa Minha Casa, Minha Vida posso comprar um imóvel usado?

Não. Somente imóveis "NOVOS" fazem parte do programa.

O que acontece no caso de desemprego?

Você pode recorrer ao Fundo Garantidor, previsto pelo programa, que “refinanciará” determinado número de prestações de acordo com a faixa salarial de cada um. Em caso de diminuição de renda, por perda de emprego, por exemplo, o beneficiário poderá refinanciar parte das prestações. O número de prestações garantidas pelo Fundo varia de acordo com a renda, sendo 36 prestações (3 a 5 salários), 24 prestações (5 a 8 salários) ou 12 prestações (8 a 10 salários). Em caso de morte ou invalidez permanente do beneficiário, o saldo devedor será quitado em relação ao percentual que o beneficiário tem no financiamento (por exemplo, se o marido falecer, 50% do financiamento fica quitado);

É possível utilizar o FGTS na compra de um imóvel MCMV?

Sim, é possível utilizar o FGTS para pagamento Total ou Parcial (entrada+ prestações) do seu imóvel. Para utilizá-lo, é necessário cumprir os seguintes pré-requisitos:

*Não possuir outro imóvel, seja ele quitado ou financiado.

*Morar ou trabalhar na mesma cidade do imóvel ou até 100Km de distância.

*Comprovar tempo de trabalho mínimo de 03 (três) anos sob-regime do FGTS, contando todos os registros de sua carteira.

*Avaliação do imóvel inferior a R$ 145.000,00.

*Para mais informações, acesse: www.caixa.gov.br/fgts/pf_faq_casa.asp

Moro e trabalho em Santa Catarina, mas eu gostaria de comprar um imóvel pelo programa, em São Paulo, é possível?

Você somente poderá comprar um imóvel em um endereço distante no máximo 100Km de seu local de trabalho, se for comprar em outro estado você precisa apresentar os seguintes documentos:

*Comprovante de endereço em seu nome distante até 100Km ao imóvel onde vc quer comprar.

*Contrato de aluguel em seu nome com endereço distante até 100Km ao imóvel onde vc quer comprar.

*Declaração da sua empresa informando que vc será transferido para o Estado onde está localizado o imóvel que você irá compar.

A minha renda é de apenas R$ 800,00 Eu posso participar no programa?

Sim. Para essa faixa de renda (até 3 salários), o programa é operacionalizado pelas prefeituras e deverá fazer a sua inscrição junto às mesmas. No entanto, poderá adquirir um imóvel num empreendimento enquadrado no programa se tiver uma entrada forte para dar, pois a Caixa vai-lhe pedir um valor alto de entrada.

A minha renda é de R$ 4.000,00 Eu posso participar no programa?

Sim. O Programa Minha Casa Minha Vida abrange famílias ou indivíduos com renda de até 10 salários mínimos (R$ 4.900,00), mas você não terá direito a subsídio. No entanto, o subsídio é apenas uma parte dos benefícios do programa. Veja a seção “PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA” para mais informações.

Posso adquirir um imóvel de R$ 160.000,00 através do programa?

Não. O valor máximo de avaliação do imóvel é de no máximo R$ 145.000,00.

Eu já possuo imóvel “em meu nome”, e sou casado formalmente no papel. Posso colocar o imóvel em nome da minha esposa?

Não. Nesse caso, por ser formalmente casado será o “casal” o beneficiário do programa e também você já tem um imóvel em seu nome, não poderá participar do programa, pois este existe para apoiar a compra do “primeiro imóvel”.

Posso entrar no programa com o meu irmão ou com o meu filho para completar a renda?

Depende. A Caixa irá avaliar o seu caso, pois o programa é focado em indivíduos ou casais. Tanto o seu irmão como o seu filho talvez, futuramente, queiram adquirir cada um o seu próprio imóvel e se já tiverem comprado junto com você, depois não poderão acessar novamente aos benefícios do programa. Um caso que poderia facilmente ser aceito seria, por exemplo, o caso de duas irmãs solteiras com idade avançada que sempre moraram juntas.

Qual será a minha parcela?

A sua 1ª parcela será no máximo 30% da sua renda. Como o programa usa o Sistema de Amortização Constante, esta será a maior parcela que pagará, pois à medida que a dívida começa a ser amortizada, a parcela dos juros e consequentemente a prestação como um todo tendem a decrescer, uma vez que o próprio saldo devedor se reduz.

E, se eu tiver algum problema de crédito, ou seja, algum tipo de restrição em órgãos, tais como SPC ou Serasa, eu consigo o subsídio do governo?

Não. Ter o nome na lista do Serasa, SPC, Cadin ou Bacen é um grave impedimento para conseguir um financiamento e consequentemente a carta de crédito para aquisição do imóvel.

Quais as despesas e obrigações que terei ao adquirir um imóvel?

Ao assinar a escritura ou contrato de Financiamento bancário, o comprador deverá pagar:

Observações importantes: Em "Média" o valor destes custos obrigatórios de impostos pós-contrato ficam em torno de R$1.500,00 até R$2.000,00, e são pagos somente no final do processo após a assinatura do contrato com a CAIXA, além disto, existe também o custo do processo de financiamento obrigatório com a CAIXA ( taxa de abertura de conta + avaliação engenharia + pacote de descontos MCMV); este pacote hoje em dia custa o valor de R$2.000,00 (dois mil reais), valor este, que deverá ser depositado diretamente para a CAIXA no dia da abertura de conta e assinatura do contrato de financiamento, portanto o total de custos entre impostos e taxas do financiamento do plano MCMV é em "média" de R$3.500,00; a R$4.000,00, depende do caso, lembrando que é um valor médio, mas que você precisa reservá-lo para poder cobrir estas despesas processuais futuras, além do valor da entrada do imóvel, mas isto tudo depende de caso-à-caso como você verá a seguir no próximo item.

E os custos com o cartório para registrar o imóvel dentro do programa Minha Casa, Minha Vida?

Para quem faz parte do programa Minha Casa, Minha Vida e tem renda familiar de 3 a 6 salários mínimos, o desconto é em torno de 90%. E, para quem tem renda familiar de 6 a 10 salários mínimos, o desconto é em torno de 80% nos custos de cartório.

Quais os Documentos necessários para eu comprar um imóvel do pelo Plano: "Minha Casa, Minha Vida”?

Obs: A relação de documentos exigidos pelo Banco, e descrita logo abaixo, deve ser personalizada de acordo com o perfil do comprador e após recebida deve ser conferida, revisada e apresentada ao Banco somente por um “CORRESPONDENTE IMOBILIÁRIO” que é o profissional responsável, devidamente credenciado, contratado e remunerado pela instituição bancária: "CAIXA ECONÔMICA FEDERAL"; para representa-la oficialmente junto ao comprador no processo burocrático das operações de créditos habitacionais, sendo este agente intermediador o responsável por garantir a veracidade dos documentos envolvidos no processo de financiamento desde a apresentação do processo até a conclusão com a assinatura do Contrato de Alienação Fiduciária, com o agente financeiro (CAIXA).

São estes os principais documentos necessários para obtenção do Financiamento "Minha Casa Minha Vida": 

· Cópia dos Documentos pessoais (RG e CPF).

· Se for casado, certidão de casamento: (atualizada com menos de 90 dias)

· Se for solteiro, certidão de nascimento: (atualizada com menos de 90 dias)

· Cópia do Extrato bancário dos últimos 03 meses (se tiver conta em banco)

· Cópia da fatura de cartão de Crédito dos últimos 03 meses (se tiver cartão)

· Cópia da carteira de trabalho (somente as páginas que estiverem preenchidas)

· Cópia do Extrato do seu FGTS (se tiver)

· Cópia do contrato de Aluguel e os Últimos 03 recibos de pagamento (se for o caso)

· Comprovante de residência do mês vigente: (Água, luz ou telefone)

· Comprovante de renda, se for: Renda Formal: (últimos 03 meses)

· Comprovante de renda, se for: Renda Formal + “Comissão”: (últimos 06 meses)

· Comprovante de renda, se for: Renda INFORMAL: (Extrato Bancário dos últimos 06 meses ou Declaração de Imposto de Renda ou Decore desde que com a apresentação da guia DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) com comprovante de pagamento retroativo.

Gostaria de fazer uma simulação do meu financiamento no programa. É possível?

Para você garantir uma simulação exata a melhor opção seria sua simulação por telefone: (48) 3286-3634, ou por email, assim nós lhe enviaremos a resposta de sua simulação lhe informando com detalhes o valor da entrada mínima para a compra do imóvel, o valor das prestações mensais, o numero de prestações e também o valor Máximo do Imóvel que a CAIXA irá financiar para você realizar seu sonho, além de lhe responder a todas as suas dúvidas com relação ao Plano.

ATENÇÃO:  Nós faremos a sua Simulação: Apenas responda o questionário a seguir que nós lhe enviaremos a resposta da CAIXA com todas as condições de como ficará o seu financiamento. È pratico e Rápido!

SIMULAÇÃO: Click aqui ao lado e responda ao: Questionário

Atenção: OS RESULTADOS OBTIDOS REPRESENTAM APENAS UMA SIMULAÇÃO E NÃO VALEM COMO PROPOSTA. Os valores estão sujeitos a alterações de acordo com a apuração da capacidade de pagamento e à aprovação da análise de crédito a ser efetuada pela CAIXA. Poderá haver alterações das taxas, dos prazos máximos e das demais condições, sem aviso prévio. A contratação está condicionada a disponibilidade de recursos para sua região e ao atendimento das exigências do programa.

Em caso de Dúvidas, Ligue Agora!

Plantão Telefônico: 24 HORAS!

Escritório: (48) 3286-3634

TIM: (48) 99948-9669